domingo, 16 de março de 2008

Projeto: Minha casa e minha família

I – JUSTIFICATIVA –

A família é o primeiro ponto de referência para a criança, assim também a sua casa. A escola entra na vida dela ampliando sua noção de espaço e seu sentimento de integração ao mundo.

II – OBJETIVOS –

- Identificar nome das pessoas da família e as relações de parentesco.
- Demonstrar comportamentos adequados de relacionamento e convívio social.
- Reconhecer o valor do trabalho cooperativo e organizado.
- Demonstrar amor e respeito à pessoa que nos deu a vida, nossa mãe.

III – DETONADOR –

A história “Cachinhos Dourados”.

IV - PERFIL DO GRUPO –

Crianças que completarão 3 anos no primeiro semestre do ano, bastante imaturas, com dificuldades de fala, concentração e atenção. Agora que a linguagem está começando a ter clareza.

V – PROBLEMATIZAÇÃO –

O que sabemos:

- Moramos em uma casa.
- Moramos com “pai e mãe”, “mãe”, “mamãe”, “mamãe e vovó”...
- Nossa casa tem parede, porta, janela, etc.
- O nome da mamãe é (......).
- Tem pessoas que trabalham na nossa escola.

Queremos saber:

- Se todas as casas são iguais.
- Quais as funções das pessoas que trabalham na nossa escola.
- Se todas as pessoas têm casa e trabalho.

VI – ÁREAS DO CONHECIMENTO –

Língua Portuguesa:

- Linguagem oral
- Linguagem escrita (contato)
- Ampliação do vocabulário

Matemática:

- Cores
- Noção espacial
- Formas
- Noção de tamanho

VII – RECURSOS –

VIII – AVALIAÇÃO –

- Observação da criança.
- Anotações – registro.
- Trabalhos realizados pelas crianças.
- Diálogo com as crianças e seus familiares.

IX – DURAÇÃO –

Um mês.

X – ATIVIDADES –

1 – Contação de histórias que destaquem a importância da família e da casa onde moram.
Inicialmente contei a história “Cachinhos Dourados” para dar início ao projeto, depois outras histórias foram contadas para complementar o tema: Os Três Porquinhos”, “Quero Casa Com Janelas”, “A Branca de Neve”, “João e Maria”, “Luciana e a Bolsinha Nova”, “Luciana na Janela” e “Quem Tem Medo de Monstros”.

2 - Conversar informalmente sobre a casa onde moram, deixando que falem sobre ela.
As crianças falaram como é suas casas, que tem porta, janela, telhado e piso. O Victor fez questão de dizer que a casa dele tem duas janelas.

3 – Trabalhando dentro do projeto o Dia do Trabalho:
Conversando sobre os profissionais da escola e o que fazem.
Estabelecendo comparações entre a importância do trabalho para os adultos e a escola para as crianças.
Mostrando cartazes com fotos de diferentes profissões. Muitas das profissões mostradas não foram reconhecidas pelas crianças.
Contando histórias sobre trabalho como: “A Construção dos Bichinhos” e “A Cigarra e a Formiga”.
Atividade gráfica: colorir a figura de um pedreiro e colar os tijolos no muro que ele está fazendo.

4 – Descrever o que tem em cada cômodo da casa.
As crianças disseram:

Quarto: “cama, brinquedos, gavetas, guarda-roupa, travesseiro e computador”.
Sala: “sofá, televisão e tapete”.
Cozinha: “mesa, cadeiras, pia, panelas, geladeira, fogão e comida”.
Banheiro: “privada, chuveiro e pia”

As crianças que mais participaram respondendo corretamente foram: Victor, Lucas, Laura e Ana Júlia.

5 – Atividade gráfica: Colorir a figura de uma casa.
Elas também observaram na figura as formas geométricas como: o quadrado e o triângulo que elas não conhecem com esse nome.

6 – Desenhar na lousa várias figuras, com a forma do quadrado para que também percebam essa forma no ambiente.
Desenhei as figuras: televisão, mesa, relógio, janela, etc.

7 – Pintura com tinta guache amarela dentro da figura de um quadrado.
A maioria já está conseguindo perceber o conceito dentro e fora, principalmente quando se trata de colorir uma figura.

8 – Colar palitos sobre a figura de um quadrado.
A maioria conseguiu fazer a atividade, porque essa foi facilitada pelo desenho que orientava a colagem sobre o mesmo.

9 – Conversando sobre a nossa rua: o que passa nela como: carro, bicicleta, trator, moto, etc.
Duas crianças disseram também que na rua da casa deles para ônibus, a Fernanda e o José. O segundo eu não sei, mas a primeira realmente o ônibus passa na sua rua.

10 – Colorindo a figura que representa a rua onde se uma casa. Colorir na ordem de cores já estabelecidas.
As cores usadas para colorir a casa foram as três cores primárias, na seguinte ordem: telhado vermelho, parede amarela, porta e janela azul. O grau de dificuldade com que realizaram a atividade foi médio. Algumas crianças são bem observadoras, outras tem muita dificuldade nesse ponto.

11 – Construção com pedacinhos de papel – tema lugar para se morar – moradia.
As crianças receberam pedacinhos de papel como se fosse toquinhos de madeira para montar um lugar onde podemos morar.
A maioria fez casas, já o Arthur colou formando a figura de um prédio.

12 – Cantando musicas que falam de casas.
Cantamos a musica “Fui morar numa casinha” e “A casa” (Vinícius de Moraes).

13 – Assistindo o DVD – “Os Três Porquinhos”.
Além de ver o DVD as crianças também ouviram essa historinha em CD. É uma das que mais gostam ela permite que façamos comparações entre as casinhas construídas pelos três porquinhos e os materiais usados nas construções.



Observações:

Dentro desse projeto também trabalhamos o “Dia das Mães”, pois ela é um dos importantes membros da família.
Conversamos sobre esse assunto, de como devemos tratar a mamãe, sendo obediente e evitando aborrecê-la.
Perguntei e cada uma falou o nome da mamãe para eu escrever na lousa, algumas sabiam, outras não diziam apenas mamãe, aí eu disse como a mamãe destes chamava e também escrevi o nome.
As crianças prepararam o cartão e ensaiamos uma musica para homenagear as mães, além da entrega de lembrancinhas.
Fizeram também a atividade gráfica: desenharam a mamãe.


XI – CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Foi possível perceber que as crianças apesar de imaturas valorizam a casa onde moram, pois geralmente gostam de falar sobre ela, mesmo fora do projeto referem-se ou aos pais ou à sua casa.
A simplicidade desse projeto foi em função da própria dificuldade que várias crianças apresentam quanto à linguagem tão necessária para o desenvolvimento desse tipo de trabalho.


XII – BIBLIOGRAFIA –

“Cachinhos Dourados”. Coleção Clássicos Infantis. Pais & Filhos.
“Os Três Porquinhos”. Coleção Clássicos Infantis. Pais & Filhos.
“Quero Casa Com Janelas”. Coleção Clássicos Infantis. Pais & Filhos.
“A Branca de Neve”. Coleção Clássicos Infantis. Pais & Filhos
“João e Maria”, Coleção Clássicos Infantis. Pais & Filhos.
ALMEIDA, Fernanda Lopes de. “Luciana e a Bolsinha Nova”. Ática
ALMEIDA, Fernanda Lopes de. “Luciana na Janela”. Ática
JOLY, Fanny. “Quem Tem Medo de Monstros”. Scipione.
“A Construção dos Bichinhos”.
“A Cigarra e a Formiga”. Coleção O mundo das Fábulas. Girassol.



“Uma casa é mais que paredes, portas e janelas, é um lugar onde podemos criar raízes”. (Rosmari)

“É no seio da família que nos descobrimos como seres capazes de amar”.
(Rosmari)

4 comentários:

Anônimo disse...

PARABÉNS PELO PROJETO DESENVOLVIDO. ESTAREI DESENVOLVENDO NO PRIMEIRO SEMESTRE O PRPJETO COM O TEMA FAMÍLIA E CONFESSO QUE ESTAREI BASEANDO-ME EM ALGUMAS IDÉIAS SUA.
TUDO DE BOM- PROFESSORA EDUCAÇÃO INFANTIL CARLOLINA

Anônimo disse...

O projeto está belissimo.Adorei.

Mimos e carinhos disse...

ADOREI NÃO APENAS O PROJETO E AS IDEIAS, MAS TODA A SEQUÊNCIA DE ORGANIZAÇÃO,O GANCHO PARA O DIAS DAS MÃES E AS PROFISSÕES. PARABÉNS.

Rosangela Figueiredo disse...

Ótimo o seu projeto.Estou pedindo a sua autorização para levar este projeto ao colégio onde trabalho,pois sou responsável em levar as professoras projetos legais,especiais e inovadores como o seu.Através dos projetos,cada professora deverá desenvolve-lo de acordo com a sua turma.Parabéns pela sua iniciativa em divulga=lo.